Kino-Eye

[FILME-CONCERTO]


O filme-concerto Kino-Eye é uma homenagem musical a Dziga Vertov e ao filme que o próprio realizador considerou ser a primeira obra cinematográfica não-ficcional realizada fora de um estúdio, sem guião, cenários ou atores (com o título original Kinoglaz, de 1924).

Neste concerto, à semelhança de outros projetos do Space Ensemble, é dado grande espaço à improvisação. É feita uma reinterpretação musical do filme, distinta da banda sonora original. No entanto, um guião previamente organizado conduz os músicos ao longo da longa-metragem, o que torna esta improvisação parcialmente “condicionada”.

Kinoglaz (Kino-Eye, em inglês, ou Cine-Olho, em português), além de ser o nome do filme de 1924, é também o nome de uma nova técnica de filmagem desenvolvida por Vertov, capaz de capturar o que ele acreditava ser inacessível ao olho humano. O filme-concerto Kino-Eye é uma oportunidade imperdível de reviver este tempo glorioso de inovação cinematográfica, ao som de uma nova banda sonora original composta pelo Space Ensemble.

O público é convidado a entrar no mundo de Vertov, que nos anos 20 do século passado criou uma nova linguagem cinematográfica, numa tentativa de romper com o cinedrama russo-alemão e com os filmes de aventura americanos. Esta nova linguagem baseava-se na captação do que é verdadeiro e autêntico, constituindo uma experiência de comunicação cinematográfica dos acontecimentos reais.









[EN]
Kino-Eye

Kino-Eye cine-concert is a musical tribute to Dziga Vertov and the film that the director himself considered to be the first non-fictional cinematographic work made outside a studio, without a script, sets or actors (with the original title Kinoglaz, from 1924). Space Ensemble created a new soundtrack for this classic movie, different from the original, to be played live while watching the movie.



Eu sou o cine-olho. Eu sou o olho mecânico. Eu, máquina, mostro-vos o mundo como somente eu sou capaz de ver.  Eu emancipo-me doravante e para sempre da imobilidade humana. Eu estou em constante movimento... O meu caminho leva à criação de uma nova percepção do mundo.
Posso assim decifrar um mundo que vocês não conhecem.


Dziga Vertov,
Manifesto de 1923, Kinoks
(tradução livre)



Ficha artística


A seleção dos músicos e dos instrumentos pode variar entre as apresentações


CONTACTOS
para marcação de concertos:


email: spaceensemble@gmail.com

telefone: +351 91 462 48 63