EQUIPA EXECUTIVA



© Pedro Madeira

© Pedro Madeira

Nuno Alves

Direção Executiva / Direção Artística 

Programador cultural desde 1993, fundador do Festival de Paredes de Coura, Space Festival, e curador de concertos na Casa da Música, Aula Magna, entre outros espaços. Músico e diretor artístico do Space Ensemble, com um vasto trabalho na criação de filmes-concerto com cinematografia de Norman Mclaren, Heikki Preppula, Lotte Reiniger, DzigaVertov, entre outros realizadores emblemáticos, com atuações habituais nas melhores salas de Portugal.

Fundador e diretor da Escola do Rock Paredes de Coura, projeto criado em 2014 e vencedor do prémio Município do Ano da Universidade do Minho. Uma escola que tem vindo a atuar em alguns dos melhores eventos de Portugal como o Vodafone Paredes de Coura, Serralves em Festa, Verão na Casa (Casa da Música), Gnration Open Day, entre outros. Diretor artístico e executivo em diversos projetos com comunidade como “Uma Visita Real” em Paredes de Coura (2015), “Trilogia dos Vales” em Monção (2017 e 2022), “Retratos da Nossa Gente” em Paredes de Coura (2010) e em Guimarães – Capital Europeia da Cultura (2012), e “Floresta Animada” com escolas do 2º ciclo em 5 municípios do Alto Minho (2010).

Fundador e Diretor de Programação do Canal180, canal de televisão por cabo dedicado à Cultura, Artes e Criatividade disponível na NOS, Vodafone e MEO desde Setembro de 2010. Engenheiro Eletrotécnico formado na Universidade de Coimbra, com vinte anos de experiência em coordenação de equipas de desenvolvimento e planeamento de projetos de software na área de telecomunicações e transformação digital.




Vera Menezes

Produção / Acompanhamento sociológico  

Nasceu em 1994 e vive em Lisboa. Em 2012 começou o seu percurso universitário na Faculdade de Belas Artes de Lisboa, onde tirou uma licenciatura em Pintura. Após estes estudos, onde explorou as possibilidades plásticas e criativas do Mundo da Arte, decidiu mudar de rumo e tirar um mestrado com foco em Sociologia da Arte, na Holanda. Durante o seu mestrado Arts, Culture and Society na Erasmus University Rotterdam, pode estudar as diversas vertentes do Mundo da Arte, onde aprofundou vários temas como a inclusão social através de projectos artísticos.

Após a licenciatura decide mudar-se para Londres, onde passa por várias organizações culturais até conseguir uma posição de assistente de programas públicos na Whitechapel Gallery, onde trabalhou na transição digital de programação da galeria devido à pandemia. Após esta experiência regressa a Portugal e é assistente de comunicação e projetos do artista Uriel Orlow.

Atualmente trabalha como produtora cultural no Space Ensemble, e está envolvida em todas as fases de planeamento e execução de projetos que têm como grande objetivo promover a dinamização cultural de territórios de baixa densidade em Portugal.





Margarida Meira

Produção / Agenciamento

Natural de Portalegre, é formada em Relações Públicas pelo Instituto Politécnico de Portalegre. O seu percurso profissional passa maioritariamente pela produção e programação cultural e agenciamento de artistas.

Em 2015, estagiou no Centro de Artes do Espetáculo de Portalegre, como assistente de produção e comunicação. Colaborou, durante o ano de 2016, com as Associações Culturais “Efeito de Cultivar” e “Propósito Inadiável” na produção dos intercâmbios europeus | Eramus +, “Arts in Action” e “Antygone on tour”, que envolveram mais de 70 participantes de toda a Europa.

Trabalhou como assistente de produção nos festivais Portalegre JazzFest, Encontros Internacionais de Jazz de Coimbra e Festival Iminente. Foi assistente de produção e programação na Associação Cultural Crew Hassan em Lisboa e assistente de palco na Festa do Avante. Fez agenciamento, promoção e produção de artistas na Associação Toca das Artes, onde também participou ativamente no desenvolvimento de projectos como “O Baile” ou “Minimercado”.

Ao longo do seu percurso profissional, tem vindo a desenvolver projectos culturais entre Portalegre e Lisboa, sendo co-fundadora da Associação Cultural Do Pé para a Mão, onde produziu e programou festivais como “Portalegre Live Garden” e “Chinfrim Fest”. Em Lisboa, fez parte de grupos de produção artística como o Coletivo Pulso a Soma Coletividade e o Jardim das Descoisas.

Atualmente trabalha na produção de diversos projetos culturais e agenciamento de artistas.






Sofia Pancada

Comunicação

Nasceu em 1998, nas Caldas da Rainha. Licenciou-se em Línguas, Literaturas e Culturas, com especialização em Comunicação e Cultura e Ciências do Património, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, ciclo de formação que terminou na Charles University em Praga, República Checa, num programa misto entre duas faculdades - Faculty of Arts e Faculty of Social Sciences. Fez uma Pós-graduação em Comunicação de Cultura e Indústrias Criativas na NOVA FCSH. Em 2020 estagiou no Diário de Notícias, colaborou na produção de conteúdos para a comunicação do Festival de Almada (Teatro), do Festival TODOS e de espetáculos independentes.

Como complemento à sua formação académica realizou vários cursos intensivos, entre eles: Jornalismo Cultural e Produção de Conteúdos em Contexto Digital (NOVA FCSH), Marketing digital aplicado à Cultura e Comunicação Digiral (Acesso Cultura), Planeamento e Gestão de Eventos Culturais e Financiamento de Estruturas e Projetos Culturais (Gerador), Linguagem Neutra e Inclusiva (MAAT e Acesso Cultura - Masterclass) entre outros.

Atualmente trabalha na área de comunicação, produção de conteúdos e assistência à elaboração de candidaturas em diversos projetos culturais nacionais e europeus, maioritariamente em territórios de baixa densidade. Ao mesmo tempo, realiza um Mestrado em Ciências da Comunicação - Especialização em Comunicação e Artes (NOVA FCSH), onde tem vindo a aprofundar investigação de temas diversos, com especial interesse no desenvolvimento de projetos com comunidades, sensibilização e fidelização de públicos, e práticas artísticas acessíveis, inclusivas e éticas.