Floresta Animada

[filme-concerto]



Este programa reune um conjunto de filmes de animação sobre a vida na floresta, percorrendo vários momentos da história do cinema de animação, e reunindo trabalhos de realizadores de várias gerações e nacionalidades.


Um programa que pretende agradar a toda a família, pelos filmes infantis e educativos, pela música ao vivo e pela diversidade de instrumentos utilizados (harpa, piano, serrote, saxofone, theremin).

O Space Ensemble já apresentou este espectáculo nas principais salas do país, desde 2009, e tem vindo a renová-lo com novos filmes de animação assim como com a participação de inúmeros músicos convidados.


Os Filmes:

O programa de filmes é composto de curtas-metragens de animação contemporâneas dos realizadores Kirsten Lepore (USA), Georges Schwizgebel (Suiça), Heikki Prepula, Ismo Virtanen e Mariko Härkönen (Finlândia).

The Bottle (dir. Kirsten Lepore)

Retouches (dir. Georges Schwizgebel)


Retouches (dir. Georges Schwizgebel)

Realizador Georges Schwizgebel


Heikki Prepula criou uma série de filmes para as crianças do ensino pré-primário e primário, e neles trata temas como a amizade, a co-existência pacífica, a cooperação, a ajuda aos amigos e às pessoas mais fracas e a capacidade para resolver problemas. Utiliza animação em 2D com silhuetas em cartolina.
Kolme Pukkia (dir. Heikki Prepula)


Ismo Virtanen e Mariko Härkönen, apresentam-nos as histórias de dois insectos, Turilas & Jäärä, que vivem numa floresta e utilizam os objectos de uma forma surpreendente e pouco convencional. Estes realizadores, pretendem com esta série de filmes “ensinar a apreciar a criatividade e a reciclagem. Queremos encorajar as crianças a usar mais a sua imaginação e a inventar os seus próprios brinquedos.”

Turilas & Jäärä (dir. Ismo Virtanen e Mariko Härkönen)
Turilas & Jäärä (dir. Ismo Virtanen e Mariko Härkönen)


O Concerto:

O Space Ensemble acompanha estes filmes com interpretações ao vivo, recriando assim o ambiente do tempo do cinema mudo.

Este ensemble tem-se notabilizado por usar nas suas apresentações instrumentos pouco convencionais, tais como o theremin, airfx, sequenciadores, samples, DJ set, contratear, mesa, serrote, balões, brinquedos em perfeita sintonia com os instrumentos clássicos (harpa, flauta, piano) ou populares (guitarra, clarinete, saxofone, bateria, contrabaixo).

Ao longo do espectáculo alguns destes instrumentos serão apresentados e algumas crianças poderão ser convidadas a subir ao palco para os experimentar.

Músicos:
Eleonor Picas . harpa
Henrique Fernandes . contra-baixo
João Martins . saxofones
João Tiago Fernandes . percussão
José Miguel Pinto . guitarra
Nuno Alves . electrónica
Sérgio Bastos . piano